Aos meus amigos jornalistas que partilham o mesmo sentimento Parabéns!

Cobertura esportiva para o Jornal do Tocantins, em 1999, no Parque Cesamar em Palmas

Sempre sonhei em ser jornalista, desde pequena. Nunca pensei em outra profissão. Pensava em ser jornalista pra viajar e muito. Eu viajei e muito, mas as viagens ficaram entre o computador, cadeira e a minha imaginação.

Sonhei, escolhi, decidi e realizei. Lógico a realidade  nunca chegou perto dos meus sonhos. A profissão cheio de percalços, salário que deixa desejar (afinal não sou apresentadora de um grande jornal e jamais desejei  ser), mas com cada história, do tipo quando eu era foca e ingênua uns colegas me levaram para um puteiro (pasmem eu não sabia, ao 26 anos, como era um puteiro) e eu achando que estava em bar dançante.  A pauta era algo relacionado a  Usina Hidrelétrica Isamu Ikeda e estávamos em Dianópolis (TO).

Nesta mesma pauta, os colegas inventaram que eu havia voltado de avião com a chefe na época e de repente me vi chorando sentada no meio de deputados, vereadores, prefeitos, perguntando como iria voltar à Palmas e ainda tendo como plateia a jornalista Zenilda . Sim voltei, de carona, numa van , que parava em todos lugares possíveis  e ali entravam crianças, idosos, gato, cachorro, papagaio e periquito.

No bolso apenas um real e uma fome do cão. Mas,  pensava que se comprasse algo teria que dividir com todo mundo da van (inclusive as crianças e continuaria com fome da mesma forma (egoísmo da juventude).  Passei ilesa desse trote, afinal era apenas foca.

Depois disso foram muitas aventuras, que sempre conto nas rodas com os amigos, mas sempre lembro dessa com carinho, pois trotes a gente jamais esquece  e hoje, quase não atuando mais na área sei que sou jornalista e tenho o que é mais importante na profissão: a paixão.

Afinal é preciso ter paixão para ser um. Não ter preguiça (como vejo profissional desta área jovem e preguiçoso hoje em dia). Saber receber as informações corretas e fazer um texto que chegue da mesma forma a todos.

Jornalismo é paixão! E paixão nunca me faltou.

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s