Amor perdido

Por Inez Freitas

Ao vê-lo pela primeira vez
Ela sentiu seu coração disparar
E ele quase a sair pela boca
Logo pensou: Não tenho salvação

Com seus olhos faceiros,
Disfarçadamente, a menina
Não parava de fitá-lo
E com o coração em festa o admirava

A boca sensual do rapaz
Mostrava os dentes alvos
Resplandeciam com o sorriso
Cativante que a conquistara

Agir, a  menina não sabia como
De que forma  chegar no lindo rapaz
Era sua primeira paixão, amor
Depois de tanto tempo sozinha

A final  para ela o amor
quando chega encanta
Paira em nosso coração
E sorri  o riso dos apaixonados
E chora o choro dos enamorados

A menina, então, criou coragem
E junto a ele chegou
Qual não foi sua decepção
Ao ouvir apenas uma frase

Seu sonhos caíram por terra
E  ela chorou ao ouvir:
Somos apenas bons amigos
Sozinho estou e desejo ficar
Tu não és o amor que tanto sonhei

E a menina no desespero da perda, da dor
E sentindo na solidão, o conflito e aflição
Em sua tristeza e depressão
Os pulsos cortou e não sobreviveu

Para outro amor encontrar
E uma paixão cálida de amor viver.

Anúncios

8 pensamentos sobre “Amor perdido

  1. Respondendo a Lanoan. Querida amiga, mas é assim que esta menina se sente todos os dias, pois o moço bonito não a enxerga. Só a vez como mais uma na mutidão.
    Senti sua falta ontem
    Inez
    Bjs

  2. Inez conseguiu ser suave e simples. Quando mostra seu verdadeiro interior denota a beleza de sua alma e essa menina é apenas seu coração desesperado fugindo da dor e de um sofrento continuo. Deverás, a linda menina foi por um caminho ainda pior, o caminho da morte , onde o sofrimento é eterno e apenas a sua conciência pode salva- la.

  3. Inez seu blog é muito maneiro com excelente conteúdo. Você fez um ótimo trabalho, principalmente, ao chamar outros poetas para postarem com você. O Abelson é um poeta nato e nos sensibiliza com suas poesias, sejam elas sobre política, amor, vida. Desejo muito sucesso em sua caminhada e objetivo no seu hiper blog e que DEUS ilumine seus caminhos e dos que aqui colaboram com você.
    Um grande abraço a todos e tudo de bom.

  4. Inez
    O seu coração mesmo com mágoa é puro, magnífico. Deslumbra e arrebata.
    Parabéns.
    Este blog é maravilhoso. Amo ler a você, o Abelson e seus convidados. .
    Você escreve com encanto em versos belos e puros.
    Beijos de profuna estima.
    Respeitosamente
    Luis

  5. É, realmente nosso coração escolhe quem ele quer, e nem sempre o que ele quer é o que possível para nós. Mas a vida é assim, nem sempre as coisas dão certo, nem sempre dão erradas… é a vida: uma mistura de realizações, alegrias e frustrações, mas ainda assim é muito bom viver para realizar, amar e chorar as vezes, por que não? A vida é como ela é, e não como queremos que ela seja. Mas podemos facilitar as coisas para que ela seja exatamente do jeito que sonhamos.

  6. Olá amiga, é sempre tão bom visitar o blog de vocês. Escreve sempre poemas tão nobres. e você é fantástica por tudo que escreve, pela classe com que postas, pela qualidade do
    que aqui colocas, admiro-te sabias. Beijinhos

  7. Em qualquer momento da vida todos nós já perdemos um amor; é preciso que vocêc
    enfrente a perda e escreva novos poemas de amor; e eu te respondo não pra
    inutilizar o poema mas apenas para revigorá-lo.
    Beijo pra vc

  8. Linda Inez amor perdido não tem cura. É igual ao perdão: enquanto você se lembrar da
    mágoa ainda não perdoou. Só espero que este amor perdido não seja quem estou pensando, não vale a pena pelo jeito.
    Parabén pelo blog, maravilhoso. Parabéns ao Abelson apesar da gafe de hoje.
    Bjs aos dois

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s